Responsabilidade Social

A responsabilidade social é tema primordial em nosso Escritório, mediante expressiva atuação em programas pro bono, apoios institucionais e incentivos para ações de voluntariado.

Temos como objetivo o fortalecimento do envolvimento de nossos profissionais nas mais diversas causas, de forma a intensificar as iniciativas para o progresso e desenvolvimento sociais.

Colaboramos permanentemente com as entidades Instituto Refazer, São Martinho e CCDIA, através da prestação de serviços jurídicos gratuitos, doações e participações em campanhas periódicas.

Instituições contempladas

O Instituto Refazer é uma instituição beneficente, sem fins lucrativos, que desde 1995 vem evitando a reinternação e/ou o agravamento da doença de crianças e adolescentes de baixa renda encaminhados pelo Instituto Fernandes Figueira, hospital referência em tratamento materno-infantil. Oferecendo aos pacientes ajuda temporária, na forma de remédios, alimentação especial, apoio alimentar para a família, informações sobre cidadania, saúde e educação e equipamentos (cadeira de rodas, oxigênio, etc.). Também presta assistência a crianças portadoras de doenças crônicas que necessitam de longos tratamentos, internações prolongadas, material de alto custo e que, uma vez terminado o tratamento, possivelmente voltariam à sua realidade de carências e privações, fato que comprometeria ou anularia todo o atendimento de alto nível a que se submeteram.


Acesse o site

A São Martinho é uma entidade filantrópica que atua desde 1984 (30 Anos) na área da infância e juventude com projetos socioculturais, contribuindo para a transformação da realidade de crianças e jovens da cidade do Rio de Janeiro. Vinculada à Província Carmelitana de Santo Elias, a instituição atende crianças e jovens entre 6 e 18 anos de idade, em diversos níveis de vulnerabilidade social. Dentre os níveis de vulnerabilidade estão as crianças/jovens em situação de rua e oriundas de comunidades, atendidas com atividades culturais e educativas realizadas no contraturno escolar, preparação e inserção do jovem no mercado formal de trabalho (Lei do Aprendiz) e defesa jurídico-social. Todas essas ações contribuem para a garantia de seus direitos e formação como cidadãos, conforme prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).


Acesse o site

O Centro de Cooperação para o Desenvolvimento da Infância e Adolescência é uma associação reconhecida como de Utilidade Pública Municipal e Federal que atua na região metropolitana do Rio de Janeiro, com o apoio financeiro de empreendedores sociais voluntários (pessoas físicas).

Há 23 anos, o CCDIA previne o abandono escolar das crianças de comunidades de baixa renda (favelas), acompanhando-as diariamente em suas tarefas escolares, num horário alternativo ao seu horário na escola pública, evitando assim a repetência e a evasão escolar. 

Atualmente, as atividades realizam-se na sede do CCDIA em Niterói e numa propriedade rural do CCDIA em Itaboraí. O atendimento se estende a milhares de crianças e adolescentes através de parceiros que adotaram a visão do CCDIA e criaram centros com administração independente e resultados semelhantes nas cidades de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, São Gonçalo e no Mato Grosso do Sul.



Acesse o site